5.6.07

Quimera


foto de: Carla Maio
Sinto-te pelas vésperas
trazida por um vento fresco que se assoma,
como se te abraçasse,
e na explosão dos traços
emprestados ao teu rosto,
as palavras nascessem,
do profundo guardado no teu peito.
Há sempre um cheiro novo,
intenso,
que vem na entrega
na partilha,
e me ultrapassa e me provoca
quando te olho, como a um espelho
e te sinto meu lado desigual.
És a mestra que me ensina
o caminho onde vou,
apontando na tua direcção;
recebes meus dedos em delírio
onde te desenho,
nos gestos que procuras
e esfusiante pedes mais e mais ternura,
que eu derramo em ti sem constrangimento.
Nas noites onde
te deitas comigo,
permanece real o meu desejo,
ofereço-te quase tudo o que possuo,
deixando-me embalar no trecho dessa dança
onde teus pés e meus, se cruzam e saltam no meu leito,
felizes dos encontros, de se terem.
e dos poemas que dizemos de cor
e mais os que trocamos sem olhar,
confortam-nos do gelo da saudade
que se derrete,
quando nos chegamos,
bem perto do que sempre
pode acontecer..

7 comentários:

impulsos disse...

E claro que sempre pode acontecer...
Uma visita inesperada!
Uma nova porta que se abre
Um novo mundo que me aguarda
Um canto que encanta...
... quem se deixa encantar no seu canto!

Beijo num impulso meu

Eu também tenho uma casinha à tua espera, caso queiras aparecer.
cleo

Vera disse...

Jorge o teu poema é lindo demais!
Fecho os olhos e imagino-te dizer cada palavra...

Um beijo enorme

impulsos disse...

Venho apenas deixar um recado
A partir de hoje, esta tua casinha, também já faz parte da lista dos meus amigos, que espero visitar muitas vezes, tantas quantas tiver oportunidade.

Beijo num impulso

PoesiaMGD disse...

Poemas trocados sem olhar... Hum... que beleza!
Um beijo

Anónimo disse...

Foi um prazer este percurso "por dentro das palavras".
Do Luso aqui, um passo apenas e, contudo, uma panorâmica diferente e muito bela.

Um abraço
Mel
www.noitedemel.blogs.sapo.pt
www.maresiademel.blogs.sapo.pt

Mel de Carvalho disse...

Foi um prazer este percurso "por dentro das palavras".
Do Luso aqui, um passo apenas e, contudo, uma panorâmica diferente e muito bela.

Um abraço
Mel
www.noitedemel.blogs.sapo.pt
www.maresiademel.blogs.sapo.pt

Vera Carvalho disse...

Eu faço das tuas palavras meu leito e durmo em sonhos!
Um abraço.