11.9.07

Piano




Luz e luar
corpos aveludados, de carmim
perturbados
num toque leve, quente
piano
maestro
que pede em
cada escala
o solfejo do teu corpo
que já não lembro
como tocar…

1 comentário:

Isa&Luis disse...

Olá:)
Belo o teu poema, uma doce saudade, percorre as veias do teu ser.

Beijo meu

Isa